Indústria

Você

Acessar

Notícias

SENAI 16/01/2018 - 16:44hs

SENAI divulga calendário de cursos do primeiro semestre de 2018

Oportunidades abertas em mais de 100 cursos de 14 áreas disponíveis nas cidades de São Luís, Açailândia, Bacabal, Caxias, Imperatriz e Balsas.

Coordenadoria de Comunicação e Eventos FIEMA

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Alunos do SENAI dispõem de laboratórios com equipamentos modernos em todas as unidades em São Luís

SÃO LUÍS – O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Maranhão (SENAI-MA), entidade do Sistema FIEMA, acaba de divulgar a grade de cursos que serão realizados entre os meses de janeiro a junho de 2018. São mais de 100 cursos nas modalidades de qualificação, aperfeiçoamento e iniciação profissional para quem busca iniciar o ano novo capacitado e ter um diferencial no mercado de trabalho.

Os cursos abrem o calendário do SENAI, e as aulas iniciam no mês de fevereiro, nos Centros de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT), Raimundo Franco Teixeira, no Monte Castelo e no Distrito Industrial, no Tibiri, em São Luís e nas cidades de Açailândia, Balsas, Bacabal, Caxias e Imperatriz. Com carga horária a partir de 8h até 1440 horas, os cursos atendem as mais diversas áreas de atuação na indústria como construção, meio ambiente, metalmecânica, alimentos, vestuário, tecnologias da informação e comunicação, automotiva, gestão, dentre outras, que inclusive foram indicadas no Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo SENAI, para subsidiar o planejamento da oferta de formação profissional da instituição em todo o Brasil e que indicou que serão necessários qualificar 13 milhões de trabalhadores em ocupações industriais nesse triênio.   

O Mapa do Trabalho Industrial foi elaborado a partir de cenários que estimam o comportamento da economia brasileira e dos seus setores. A pesquisa projeta o impacto sobre o mercado de trabalho e estima a demanda por formação profissional (inicial e continuada). As projeções e estimativas são desagregadas no campo geográfico, setorial e ocupacional, e servem como parâmetro para o planejamento da oferta de cursos do SENAI.

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Alunos realizam simulação de solda no computador no laboratório de simulação de solda do SENAI em São Luis

Já no Maranhão, o estudo apontou a necessidade de capacitar 145.731 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis técnico, superior e de qualificação. A demanda por formação inclui a requalificação de profissionais que já estão empregados e aqueles que precisam de capacitação para ingressar em novas oportunidades no mercado.

Para atender a demanda no Maranhão, o SENAI já se prepara para formar mais de 200 mil alunos em cursos nas modalidades técnica, qualificação profissional, aperfeiçoamento e iniciação profissional. “O SENAI-MA oferta cursos técnicos convergentes com a demanda apresentada pelo Mapa do Trabalho Industrial, destacando as áreas de Meio Ambiente e Produção (com o curso técnico de Segurança no Trabalho), Construção, Energia, Metalmecânica, Alimentos e Tecnologias de Informação e Comunicação”, afirmou o diretor regional do SENAI, Marco Antonio Moura da Silva.

De acordo com o gestor, ainda há oferta no SENAI-MA para formação profissional nas áreas de veículos e vestuário, totalizando a previsão de 118 mil matrículas em todas as áreas citadas, no período de 2017 a 2020, nas modalidades técnica e de qualificação. “Com esse objetivo, estamos investindo na melhoria da nossa base tecnológica, aquisição e instalação de modernos laboratórios, além da capacitação do nosso quadro docente. Com isso, teremos alunos cada vez mais preparados para o desafio do mundo do trabalho”, ressaltou.

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Marco Moura, diretor regional do SENAI

O diretor do SENAI lembra que a qualificação do trabalhador afeta na produtividade das empresas. “A agenda de qualificação aponta a preocupação que as empresas têm no sentido de obter ganhos na produtividade do trabalho, que é determinado pelo aumento da competitividade no ambiente econômico”, destaca Moura.

O SENAI é o maior complexo privado de educação profissional e serviços tecnológicos da América Latina. Criado em 1942, já formou mais de 68 milhões de trabalhadores para 28 áreas da indústria brasileira desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica. 

“A programação contempla cursos de formação inicial e continuada e de cursos técnicos. Os cursos de Formação Inicial e Continuada visam oferecer oportunidades para aquisição ou aperfeiçoamento de conhecimentos, habilidades e atitudes demandadas pelos profissionais para desenvolvimento de suas atividades e funções, são cursos nas modalidades: iniciação, qualificação e aperfeiçoamento. Já os cursos de Habilitação profissional visam à formação de técnico em determinada área profissional e é destinada a alunos matriculados ou egressos do ensino médio ou equivalente”, destaca a coordenadora de educação profissional e inovação tecnológica do SENAI-MA, Shererazade Bastos.

CURSOS - No CEPT Distrito Industrial (São Luís), por exemplo, estão disponíveis a partir de fevereiro, cursos de Segurança do Trabalho (1200h), Técnico em Edificações (1200h), Técnico em Eletromecânica (1445h). Já no CEPT Raimundo Franco Teixeira, localizada no Monte Castelo, em São Luís, estão disponíveis cursos de Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Eletrônica, Técnico em Informática para Internet, Técnico em Redes de Computadores (EAD), Técnico em Segurança do Trabalho (EAD), todos com mais de 1000h. Cursos disponíveis nos turnos vespertino e noturno com 25 vagas, com parcelas mensais a partir de R$ 99,00.

CURSOS NO INTERIOR – Trabalhando a descentralização das ações em todo o Estado, o SENAI apresenta também uma vasta programação de cursos nas cidades de Caxias, Açailândia, Bacabal, Balsas e Imperatriz. Em Caxias, o SENAI disponibiliza para fevereiro, cursos nas áreas de Técnico em Segurança do Trabalho (presencial e EAD) a partir de 1 de fevereiro. Já em Açailândia, os cursos do SENAI são Técnicos em Eletromecânica, Segurança do Trabalho, Técnico em Rede de Computadores, Técnico em Metalurgia, Técnico em Informática e Técnico em Eletromecânica, todos com carga horária acima de 1000h, e custos a partir de parcelas mensais de R$ 99,00. Em Bacabal, o SENAI oferece a partir de fevereiro, cursos Mecânico de Motocicletas com 248 h de duração no valor de R$ 425,00, Condutores de veículos de transporte de produtos perigosos – MOPP, Condutores de veículos de transporte coletivo de passageiros, Condutores de veículos de transporte escolar e Condutores de veículos de transporte de emergência, todos com 50h de duração e ao custo de R$ 150,00.

Em Balsas, estão disponíveis para o final de janeiro, os cursos de Mecânico de manutenção em motor ciclo otto, Mecânico de motocicletas, Assistente Administrativo, Eletricista industrial e Costureiro industrial do Vestuário. Cursos com carga horária que variam entre 160 e 380 horas e a partir de R$ 255,00.

Já em Imperatriz, na região tocantina, o SENAI oferece cursos com início em fevereiro, nas áreas de Introdução à Mecânica de Motocicletas com 120h (2 parcelas de R$ 125,00) e Excel Avançado com 40h e custo de R$ 125,00.

INSCRIÇÕES - As inscrições para os cursos podem ser feitas diretamente nas secretarias dos Centros de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT). Mais informações sobre os cursos no site do Sistema FIEMA - www.fiema.org.br ;- no menu “Você” e submenu “Cursos SENAI”, ou no telefone (98) 2109.1859.

1543 notícias | Mostrando de 1483 a 1488