Indústria

Você

Acessar

Notícias

FIEMA 22/01/2018 - 15:43hs

Produtores de cachaça e tiquira do Maranhão se unem para fortalecer o setor

O projeto Cartima – Cachaça Artesanal e Tiquira do Maranhão – pretende reunir órgãos de governo, entidades financeiras e instituições de pesquisa e conta com o apoio da FIEMA

Mentora Comunicação/Sindibebidas

Mentora Comunicação
Imagem ampliada Francisco Rocha, presidente do Sindibebidas, apresenta projeto ao governador Flavio Dino

Produtores maranhenses de cachaça e tiquira, bem como representantes de entidades de classe, foram recebidos pelo governador Flávio Dino na tarde da última segunda-feira (15), no Palácio dos Leões. Durante a reunião, os produtores apresentaram ao governador um projeto para o desenvolvimento do setor.

O projeto Cartima – Cachaça Artesanal e Tiquira do Maranhão – pretende reunir órgãos de governo, entidades financeiras e instituições de pesquisa, com o objetivo de aperfeiçoar os métodos de produção, a formação de mão de obra, a obtenção de financiamento e a realização de pesquisas e regulamentos para o setor. Desenvolvido pelo Sindicato das Indústrias de Bebidas, Refrigerantes, Água Mineral e Aguardente do Estado Maranhão (Sindibebidas), o projeto Cartima tem a meta de alcançar o registro de 20 marcas até 2019, além de pleitear a obtenção do título de patrimônio cultural, material e imaterial para a cachaça e a tiquira maranhenses.

"Hoje, nos supermercados e nas lojas de conveniência do Maranhão, nós encontramos marcas do Brasil inteiro e poucas daqui. Então, nossa meta máxima é construir as marcas maranhenses. Queremos ter 20 marcas até 2019. Este não é um número mágico, mas é o suficiente para termos uma diversidade para fazermos promoções no mercado, participarmos de feiras e exposições, porque é isso que incentiva o consumo", afirma Francisco Rocha, presidente do Sindibebidas.

Mentora Comunicação
Imagem ampliada Produtores de cachaça e tiquira foram recebidos pelo governador

 A reunião teve a presença de representantes das Secretarias de Estado de Cultura e Turismo, de Indústria e Comércio e do Meio Ambiente. Também estiveram presentes o presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez das Neves, e representantes do Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Sebrae, Uema, IFMA e produtores de cachaça e tiquira de São Luís, Balsas, Sucupira do Riachão e Vargem Grande.

O projeto - O projeto Cartima tem quatro eixos de atuação: Agricultura e Meio Ambiente, Indústria e Infraestrutura, Financeiro e Gestão e Mercado. A previsão é que a iniciativa se estenda até janeiro de 2020."Poucas vezes recebemos propostas de um setor tão organizadas como essa. Quando se sabe onde quer chegar, o alcance dos objetivos torna-se mais fácil. Temos toda a condição de impulsionar este trabalho", disse o governador.

1493 notícias | Mostrando de 13 a 18