Indústria

Você

Acessar

Notícias

SENAI 06/03/2018 - 09:39hs

SENAI inaugura 1º Laboratório Aberto no Maranhão

Espaço de coworking para a criação e aprimoramento de novos produtos, processos e negócios para setores da indústria, para o desenvolvimento de ideias inovadoras, protótipos e para a geração de negócios.

Coordenadoria de Comunicação e Eventos da FIEMA

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Laboratório Aberto do SENAI é novo espaço de coworking de São Luis

SÃO LUIS - O presidente da FIEMA e do Conselho Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Edilson Baldez juntamente com o diretor regional do SENAI, Marco Moura e diretores da Federação inauguraram na manhã da sexta-feira (2/3), no SENAI Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT Distrito Industrial) em São Luís, o Laboratório Aberto.

O novo espaço é um ambiente que estimula a interação e a cooperação entre a indústria, empreendedores, inventores, pesquisadores e startups para o desenvolvimento de produtos, processos e negócios inovadores. Com uma estrutura moderna, o Laboratório oferece ferramentas para a criação e aprimoramento de ideias, construção de protótipos, além de sala de manufatura, capacitações e eventos de inovação.

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada O presidente da FIEMA, Edilson Baldez, o diretor do SENAI, Marco Moura com os parceiros das universidades e da SECTI no descerramento da placa de inauguração

 O Laboratório Aberto é um ambiente de aprendizagem com equipe multidisciplinar e infraestrutura de acesso livre para inventores, pesquisadores, empreendedores, e startups, alunos de universidade e SENAI desenvolverem, de maneira colaborativa, produtos, processos e negócios inovadores.

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada O gerente da fábrica VOESTALPINE VAE BRASIL produtos ferroviários, Samuel Moraes assinou convênio de parceria com o SENAI para realizar primeiros projetos do Laboratório Aberto

1º PROJETO- A solenidade contou também com a assinatura dos primeiros projetos a serem executados no Laboratório Aberto, numa parceria do SENAI com a empresa Voestalpine Vae Brasil Produtos Ferroviários Ltda., que vai executar o Projeto do Braço Mecânico para Esmerilhadeira (trata-se de um braço articulado, totalmente mecânico, com estrutura de sustentação em metalon e molas helicoidais de torção para minimizar o impacto do esforço produzido no processo de corte e desbaste de peças metálicas realizado com esmerilhadeiras) e o S-weld (aplicativo que tem a proposta de reduzir desperdícios durante o processo de soldagem, otimizando a qualidade da solda e aumentando a produtividade com a consequente redução de custos).

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Nivaldo Muniz (SECTI), Saulo Martins (UNICEUMA), Fernando Antônio Lima (IFMA), Marco Moura ( SENAI), Edilson Baldez (FIEMA), João Martins (SEBRAE) e Gustavo Costa (UEMA) parceiros do Laboratório Aberto SENAI

PARCERIA - Durante a inauguração foram assinados acordos de Cooperação Técnica entre o SENAI e os parceiros: Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA),  Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Maranhão (SECTI), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (SEBRAE) e a Universidade CEUMA. “As entidades sozinhas, como o SENAI ou a FIEMA não teriam condições de criar tecnologia e desenvolver um projeto desse porte. Quero parabenizar de forma especial à empresa que fará o primeiro projeto do laboratório, porque esse espaço não é aberto apenas para as universidades, mas para todos especialmente, as empresas que devem trazer suas dificuldades para que em conjunto, possamos encontrar as soluções inovadoras para contribuir com o desenvolvimento do Estado”, enfatizou o presidente da FIEMA e do Conselho Regional do SENAI, Edilson Baldez das Neves.

COMO FUNCIONA - Os clientes terão à disposição máquinas, equipamentos e softwares para o desenvolvimento de seus produtos ou processos. Os usuários terão treinamento para uso dos equipamentos e materiais e capacitação em empreendedorismo e gestão. O laboratório proporciona uma rede aberta e colaborativa de instrutores e membros favoráveis ao compartilhamento de ideias e melhores práticas. Clientes também se conectarão à rede de investidores e de fomento público e privado.

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Impressoras 3D e mesa digitalizadora estão disponiveis no Laboratório Aberto, uma iniciativa do SENAI

A equipe do Laboratório Aberto analisará as necessidades e especificações do projeto e indicará os serviços disponíveis como: prototipagem; assessoria na construção de modelo de negócios: BM Canvas, Elevator Pitch, para auxiliar na construção de estratégias de inserção de novos produtos e processos no mercado; além de eventos e capacitações realizadas por uma rede de mentores e parceiros nas mais diversas áreas relacionadas à inovação.

QUEM PODE USAR - Os serviços do Laboratório Aberto estão disponíveis para todos que desejam transformar ideias em produtos e processos inovadores, independentemente do estágio em que o projeto esteja. Isso inclui empresários, empreendedores, técnicos, pesquisadores, startups, fabricantes, inovadores, alunos do SENAI e de universidades.

Veruska Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada Impressoras 3D poderão materializar protótipos no Laboratório Aberto inaugurado pelo SENAI em São Luís

 ESTRUTURA - O Laboratório Aberto funcionará numa área de 400m2, climatizada, com laboratório de manufatura, laboratório de cocriação (coworking) que dispõe de 2 impressoras 3D e 9 computadores, além de sala de reunião, que atenderão as áreas de alimentos, metalmecânica, construção civil, TI, vestuário, elétrica e eletrônica.

De acordo com o diretor regional do SENAI-MA, Marco Moura da Silva o laboratório tem capacidade de atender até 40 pessoas simultaneamente. “Com essa iniciativa o SENAI-MA, mais uma vez, concretiza sua missão. O Brasil ocupa o 42º lugar num ranking de inovação tecnológica feito pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Os investimentos em pesquisa e inovação são fundamentais para diminuir as deficiências nas políticas de incentivo e para melhorar a qualidade da formação profissional  e assim estimular a expansão da economia. O Laboratório Aberto é esse espaço de colaboração, de parcerias , de indução à inovação!”, finalizou Moura.

Mais informações e agendamentos podem ser feitos pelos telefones (98) 21091872 ou 99111 7878.

1554 notícias | Mostrando de 1507 a 1512