Indústria

Você

Acessar

Notícias

SESI e SENAI 20/06/2018 - 16:35hs

Mobilização destaca importância do SESI e SENAI para o Maranhão

Na oportunidade, representantes de órgãos fiscalizadores conheceram escola do SESI SENAI e visitaram espaços como sala de robótica e laboratório de automação, além de conversarem com alunos e empresários.

Coordenadoria de Comunicação e Eventos da FIEMA

Veruska Oliveira
Imagem ampliada Alunos apresentaram projetos às autoridades que visitaram a escola do SESI SENAI

SÃO LUÍS – O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), do Conselho Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), e diretor regional do Serviço Social da Indústria (SESI), Edilson Baldez das Neves, recebeu, na manhã desta sexta-feira, 8 de junho, no Centro de Educação Profissional e Tecnológica do SENAI – Raimundo Franco Teixeira, representantes do Ministério Público do Maranhão, Defensoria Pública Estadual, Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Estado e Controladoria-Geral da União, para uma visita institucional.  Na oportunidade, as autoridades conheceram a unidade de educação e tecnologia, a Sala de Robótica do SESI e o Laboratório de Automação do SENAI, e conversaram com os alunos, familiares e empresários, que falaram sobre a importância dessas instituições para suas vidas e para o Brasil.

O encontro foi conduzido pelo diretor regional do SENAI e superintendente do SESI, Marco Antonio Moura da Silva, e pelo gerente do SENAI Monte Castelo, Raimundo Arruda, com a participação de alunos, pais, e dos convidados - o procurador-geral do Estado, Luiz Gonzaga Coelho (MP-MA), Bernardo Leal, representante do TCE, Felipe Calvet, diretor técnico do TCU no Maranhão, Gabriel Furtado, subdefensor-geral da DPE, Sérgio Junqueira, chefe de serviço do CGU. Prestigiaram a visita o superintendente da FIEMA, Albertino Leal, o superintendente Corporativo da FIEMA, Marcos Chaves, além dos diretores da Federação, Cláudio Azevedo, José Orlando Soares Leite Filho, Cirilo Arruda, Celso Gonçalo, Pedro Robson Holanda, Francina Freitas, e o conselheiro do SESI, Geraldo de Paula, e do vice-presidente do Sinduscon, Edimilson Pires.

Veruska Oliveira
Imagem ampliada Representantes de órgãos fiscalizadores conheceram sala de robótica do SESI durante a visita

Conforme Edilson Baldez, as instituições do Sistema FIEMA estão sempre abertas ao diálogo e a mostrar aos representantes da sociedade, de forma transparente, o papel relevante que exercem na oferta de educação de qualidade e no desenvolvimento tecnológico da indústria.

“O SESI e o SENAI foram decisivos na construção de um parque industrial forte e diversificado. Ao longo das últimas décadas, não há um único grande empreendimento implantado no Brasil que não tenha utilizado e se beneficiado dos serviços oferecidos por essas entidades”.

Atualmente, o SENAI Maranhão possui 8 unidades fixas, 8 unidades móveis e programas importantes como o jovem aprendiz, programa de ações inclusivas e programa de certificação de competências profissionais, entre outros. Já o SESI, possui 8 unidades fixas, 13 móveis, e atua nas áreas de segurança e saúde no trabalho, promoção da saúde, educação e cultura. Entre os principais programas, destaca-se a Educação de Jovens e Adultos, Educação Básica articulada com Educação Profissional (EBEP).

Veruska Oliveira
Imagem ampliada A trabalhadora da indústria, Rafiza Sanches, ex-aluna do SESI e SENAI, ressaltou oportunidade de fazer o ensino médio e técnico ao mesmo tempo.

HISTÓRIAS - Natural do interior do estado, Rafiza Sanches, ex-aluna do Programa EBEP, do SESI/SENAI, contou aos visitantes, como aproveitou a oportunidade de estudar na capital, ingressar no SESI/SENAI, e fazer Ensino Médio e curso técnico ao mesmo tempo.

"É muito emocionante voltar a essa escola onde passei boa parte da minha vida. Estudar no SESI e SENAI abriu as portas do mercado de trabalho para mim. Ainda no curso, fiz uma seleção para a empresa onde trabalho, e entrei como jovem aprendiz. Consegui me posicionar no emprego, construí toda uma carreira dentro da indústria, graças a essa oportunidade. Hoje me sinto realizada com minha profissão e só tenho a agradecer às instituições", ressaltou a industriária, que há sete anos trabalha na Solar (Coca-Cola) e há um ano foi promovida à supervisora.

A representante de vendas, Luiza Cunha, mãe de Amanda e Gabriel, alunos do SESI e SENAI, destaca as instituições para o futuro dos jovens. "A Amanda terminou o curso no ano passado e já ingressou na faculdade, e o Gabriel, está no segundo ano do Ensino Médio no SESI, e faz o curso de Tecnologia de Informação no SENAI. Ele está se identificando com o curso e se empenhando bastante, o que significa que a escola está dando oportunidade, abrindo um leque para ele lá no futuro".

O diretor regional do SENAI e superintendente do SESI, Marco Moura, explicou o papel de cada entidade no estado e agradeceu a presença dos convidados. “Hoje recebemos pessoas formadoras de opinião, órgãos de controle, pessoas que precisam conhecer cada vez mais o trabalho, o desenvolvimento do SENAI e do SESI e, principalmente, sua contribuição efetiva para a indústria do estado do Maranhão”, revelou Marco Moura.

Veruska Oliveira
Imagem ampliada O diretor de Relações Institucionais da Cemar, José Jorge Leite Soares, falou da parceria de longos anos da empresa com o SESI e SENAI

EMPRESAS - O diretor de Relações Institucionais da Cemar, José Jorge Leite Soares também deu seu depoimento sobre a parceria de anos da empresa com as entidades do Sistema FIEMA. "Nós, da Cemar, buscamos bons profissionais, pois são as pessoas que transformam, que produzem, assim, conquistamos ganhos na produtividade. Certamente, aquilo que o SENAI vem fazendo, vem em apoio a esse anseio das atividades produtivas. Quero deixar os parabéns pela oportunidade de trabalharmos nessa parceria sustentável, duradoura e extremamente produtiva".

Durante a visita, o auditor do Tribunal de Contas da União, Felipe Calvet, frisou a importância do ensino técnico para o desenvolvimento do Maranhão. "Também estudei em uma escola técnica, que me deu toda base necessária para ser o profissional que sou hoje no mercado de trabalho. Me emociona muito estar aqui, nesse espaço, pois, poder ter vivenciado toda essa realidade prática dos cursos, me traz muita alegria, de poder ver quanto crescimento podemos alcançar para o nosso estado”.

Segundo o representante do CGU, Sérgio Junqueira, que também participou da visita, o aluno que faz o ensino técnico chega com diferencial ao mercado de trabalho e à faculdade. “As instalações aqui são excelentes, vale muito a pena estudar no SENAI, no SESI, porque realmente prepara o jovem pra vida, para o mercado de trabalho e pra um ensino superior de qualidade”.

1559 notícias | Mostrando de 1549 a 1554