Notícias



Construção civil segue em recuperação da atividade


Data: 6 de junho de 2018
Crédito: Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Fotos: Divulgação/Cocev

SÃO LUÍS – A tendência de recuperação do segmento da construção no Maranhão continua em abril. Segundo a Sondagem Indústria da Construção Civil do Maranhão, elaborada pela Federação das Indústrias (FIEMA) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), no período de 2 a 16 de maio, foi observada que a atividade registrou 49,6 pontos, ficando apenas a 0,4 pontos do considerado satisfatório.

A pesquisa, realizada mensalmente, ressalta que esse é o segundo crescimento consecutivo do setor, que desde dezembro de 2017, marcou sucessivas quedas no Estado. No agregado de dezembro do ano passado até fevereiro deste ano, a redução foi de 12%. Contudo, março registrou o primeiro movimento de ascensão no ano, que se manteve em abril.

O estudo da FIEMA apontou, ainda, que o número de empregados da indústria da construção também registrou aumento em relação ao mês passado (4,4) e a utilização da capacidade de operação se manteve estável em 50% em relação a março, fato que reforça o aumento das contratações do setor.

Segundo a pesquisa, a recuperação da construção civil vem sendo impulsionada pelas empresas de médio e grande porte. Estas indicaram um crescimento de 18% no nível de atividade e apresentaram um maior aumento no número de empregados em relação ao mês anterior (5,0 pontos), assim como da utilização da capacidade operacional (7%), atingindo a marca de 57% do referido quesito. As empresas de pequeno porte apresentaram números menos expressivos, registrando 25 pontos no nível de atividade, embora tenha mantido o número de empregados estável.

OTIMISMO - O cenário atual se converte em otimismo para os períodos subsequentes e para uma possível continuidade do ciclo de crescimento. O fato se manifesta na alta dos índices de expectativa de atividade para os próximos seis meses, que registrou 62,5 pontos, e do número de empregados para igual período. No indicador nacional, o nível de atividade da construção marcou 46,9 pontos, ficando (aproximadamente) 5,4% abaixo do registro maranhense.

Participaram da Sondagem da Construção Civil do Maranhão construtoras de edifícios, empresas de serviços e de obras de infraestrutura.

Use Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)



Original

Contraste