Notícias



Sindibebidas realiza o I Seminário Estadual da Cachaça Maranhense de Alambique


Data: 16 de julho de 2018
Crédito: Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA

Pastos Bons - O Sindicato das Indústrias de Bebidas, Refrigerantes, Água Mineral e Aguardente do Estado do Maranhão (Sindibebidas-MA) juntamente com o Inagro, Sagrima, FIEMA/SENAI e SEBRAE promove nos dias 26 e 27 de julho o I Seminário Estadual da Cachaça Maranhense de Alambique. O evento será realizado no auditório do Colégio Desembargador Moacyr Sipaúba da Rocha (anexo), em Pastos Bons-MA.

 

A meta é reunir 150 participantes entre produtores, familiares de produtores, técnicos de agronomia e estudantes de agronegócios que estejam alinhados com as ações relacionadas à qualidade, segurança e certificação da cachaça de alambique maranhense e tem o objetivo de apresentar a importância e as vantagens de registrar as unidades produtivas e atender às exigências dos órgãos regulamentadores, a importância da marca de cachaça e conhecer a tributação simplificada para empresas.

 

A ação conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Pastos Bons, MAPA, SEINC, AGRO SERRA, Sindbebidas-MG, Expocachaça-MG e IFMA e faz parte do projeto de Cachaça Artesanal e Tiquira do Maranhão (CARTIMA).

 

A participação da cachaça artesanal vem crescendo no ranking dos produtos que se destacam no cenário do agronegócio maranhense e despertando a atenção do mercado nacional e internacional, mas não como commodity, a exemplo dos grãos soja e milho e sim como bebida gourmet. O segmento vem passando por uma mudança no perfil do consumidor, que está cada vez mais sofisticado, seletivo e exigente quanto à qualidade, sendo reconhecido com premiações importantes dentro e fora do país e a cachaça maranhense vem atendendo às exigências dos mais requintados paladades, onde vem participando e se destacando nos maiores eventos, como no caso da Expocachaça onde já existem bebidas maranhenses entre as melhores e premiadas onde concorreram com grandes marcas do mercado.  

 

PROJETO CARTIMA – Lançado no final de 2017, o projeto Cartima reuniu órgãos de governo, entidades financeiras e instituições de pesquisa, para aperfeiçoar os métodos de produção, a formação de mão de obra, a obtenção de financiamento e a realização de pesquisas e regulamentos para o setor. Uma das metas do projeto desenvolvido pelo Sindibebidas-MA, FIEMA/SENAI e SEBRAE é  pleitear o desenvolvimento da cadeia produtiva da cachaça e da tiquira, inserindo as marcas maranhenses e o Estado no cenário nacional. O projeto possui quatro eixos de atuação: Agricultura e Meio Ambiente, Indústria e Infraestrutura, Financeiro e Gestão e Mercado. A previsão é que a iniciativa se estenda até janeiro de 2020.

 

Atualmente, os municípios que mais produzem estão no sertão maranhense, dentre eles, Colinas, Pastos Bons, São Domingos do Azeitão, São João dos Patos, Sucupira do Norte e Sucupira do Riachão. A produção total das bebidas no estado chega a seis milhões de litros. Já a Tiquira (destilada da mandioca) tem uma fábrica na região de Santo Amaro.

 

Serviço:

 

I Seminário Estadual da Cachaça Maranhense de Alambique

 

Data: 26 e 27 de julho

 

Local: Auditório do Colégio Desembargador Moacyr Sipaúba da Rocha (anexo), em Pastos Bons-MA.

Use Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)



Original

Contraste