Notícias



Inclusão de pessoas com deficiência e o reflexo da produtividade em debate na Expo Indústria 2019


Data: 7 de novembro de 2019
Crédito: Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Fotos: Veruska Oliveira/Cocev/FIEMA

SÃO LUÍS – A Expo indústria 2019 teve início nesta quarta-feira, (6), no Multicenter Negócios e Eventos. Este ano, a feira discute os pilares da Indústria Criativa, Indústria 4.0 e a Economia Digital e Infraestrutura: Logística e Energia. A Expo Indústria é uma realização do Sistema FIEMA com correalização do Governo do Estado e Sebrae-MA. Dentre as atratividades deste ano, destaca-se o Espaço Arena, que atrai o público participante em talks, palestras de curta duração e debates.

Na primeira noite de atividades do espaço, foi realizado o debate ‘A obrigação legal da inclusão de pessoas com deficiência e o reflexo da produtividade da indústria’, que teve como intuito discutir o tema que é relevante no espaço corporativo e sob os eixos da responsabilidade social. A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho é vista por muitos como apenas o cumprimento da Lei 8.213/91, também conhecida como Lei de Cotas, que determina que pessoas com deficiência ocupem de 2% a 5% do quadro de empresas com 100 ou mais trabalhadores.

“Como pesquisador, vejo a importância de se discutir sobre isso. Minha dissertação fala sobre a inclusão das pessoas com deficiência nas indústrias da região metropolitana de São Luís, e logo pude perceber que ainda existe muito a fazer”, enfatizou o moderador do debate, Cristiano Viegas, que é deficiente visual, sobre propor espaços que tragam reflexão a esta temática.

Para o procurador do Trabalho do Estado-MA, Marcos Antônio de Souza, a atuação do poder público é fundamental para o auxílio, tanto ao empregador quanto ao empregado com deficiência. “A atuação do Ministério Público nesta área é na fiscalização e auxílio do preenchimento das cotas de vagas, porque temos visto que há uma grande margem a ser preenchida, e nós temos informações de que existe trabalhadores com deficiência no Maranhão que podem ser enquadrados na cota. Assim, a empresa cumpre sua responsabilidade, e o trabalhador é garantido no ambiente organizacional”, concluiu.

A lei nº 8.213 é a lei de contratação de deficientes nas empresas e define a lei de cotas para pessoas com deficiência, além de dispor sobre os planos de benefícios da previdência e dá outras providências a contratação. Segundo o artigo 93 desta lei, a empresa com 100 ou mais funcionários está obrigada a preencher de dois a cinco por cento dos seus cargos com beneficiários reabilitados, ou pessoas portadoras de deficiência, na seguinte proporção: até 200 funcionários - 2%; de 201 a 500 funcionários – 3%; - de 501 a 1000 funcionários - 4%; - de 1001 em diante funcionários - 5%.

A analista de Recurso Humanos da empresa Edeconsil, Sergiane Ribeiro, foi uma das participantes do debate, e apresentou em seu discurso a experiência da empresa sob esta temática. “Vir aqui hoje compartilhar nossa experiência positiva na inclusão de pessoas com deficiência, a empresa teve um grande crescimento nos últimos anos. Há um tempo a gente não conseguiu acompanhar o cumprimento da cota legal dos 100%, conforme a lei exige. Assim, montamos um plano de ação em 2017 para cumprir e sair deste cenário. E conseguimos realizar de acordo com algumas estratégias que definimos e hoje temos um case de sucesso para mostrar aqui para vocês. Na época tínhamos cerca de 2%, e precisávamos complementar e hoje estamos com 4,5% desta cota cumprida”, relatou.

A Expo Indústria 2019 tem como um dos objetivos promover um ambiente perfeito para a geração de novos negócios, apresentar as tendências e tudo que há de relevante no setor da indústria, e é uma realização do Sistema FIEMA, formado pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Serviço Social da Indústria (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). A feira conta com o patrocínio da Alumar, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa, Dom Bosco, Emap, Eneva, PDF, Suzano, UNDB, Vale e VLI.

Use Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)



Original

Contraste