Quem foi Euvaldo Lodi



Primeiro presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Euvaldo Lodi foi um industrial competente e um político hábil. Nascido em Ouro Preto, em 9 de março de 1896, formou-se na Escola de Minas e Metalurgia em 1920. Fundou uma usina siderúrgica em Caeté e dirigiu várias empresas dos ramos siderúrgico, metalúrgico e têxtil. Ainda jovem, na década de 1920, tornou-se presidente do Centro Industrial de Juiz de Fora. Na década seguinte, já no Rio de Janeiro, integrou o Conselho Diretor da Federação Industrial do Rio de Janeiro. Nesse período, dedicou-se, ao lado de Horácio Lafer, Roberto Simonsen e Vicente Galiez, à organização de sindicatos patronais em todo o país em nome do Centro Industrial do Brasil (CIB), o embrião da CNI.

Participou dos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, para a qual foi eleito como um dos 17 representantes dos empregadores a partir de novembro de 1933. Fundador da CNI, Serviço Social da Indústria (SESI) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), na década de 1940, Lodi elegeu-se deputado federal em 1947. Ocupou a presidência da CNI até 1954, quando retornou ao Congresso Nacional como Deputado por Minas Gerais. Morreu em 1956, em um acidente automobilístico.


Use Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)



Original

Contraste